• O Blog

    Cérebro de Banana foi um blog que durou de 2006 a 2007 com publicações de humor questionável e variado em sua grade no decorrer desse ano, tendo seu retorno agora, 4 anos depois. Retorno esse marcado por uma nova linha de postagens, layout e categorias de posts, o que podemos entender como um novo blog. Mas o que pouco importa também...

  • Categorias

    Filosofias da Vida Criatividade Humor Opiniões Bananas

Filo porque quilo

Sim! A internet não tem apenas pornografia e sites de piada embora essa seja a parte mais interessante! Por sorte (ou não) você conhece um blog muito bom que trata sobre todos os assuntos desde curiosidades até interessantíssimas discussões sobre filosofia e religião. Se você não conhece, serve esse aqui mesmo! Você sempre se achou ignorante? Sempre quis ler, mas tem preguiça? Então seu ignorante preguiçoso, vai fazer alguma coisa da vida! Brincadeira, brincadeira. Eu me empolgo hehe. Agora vamos filosofar! De Platão à Neon Genesis Evangelion! Mas principalmente as minhas idéias, que passam pela minha cabeça nos momentos de ócio. Todos precisam filosofar um pouco as vezes, é como comer ou girar até ficar tonto…
Bom…Feche os olhos e pense em um lápis azul. O que você vê não é um lápis azul e sim a sua concepção de lápis azul. Porque eu não disse se o lápis era azul claro ou escuro nem se era grande ou pequeno. Mas de qualquer forma você pensou em um lápis azul e pra você ele é O lápis azul! Pois é e como “assim como são os lápis são as criaturas”, você, criatura, é você. Mas quando alguém pensa em você (e espero que pense) ele não pensa em você, mas na concepção dele, de você. Capiche? Você é único. Mas talvez nem você saiba quem é você, porque você tem a sua concepção de você que pode ser diferente do que você é. E existem tantas concepções de você quantas o número de pessoas que você conhece. Alias, se uma pessoa que te conhece falou de você para alguém que você não conhece (e espero que tenha falado bem), essa pessoa que nem te conhece, tem uma concepção de você. A maioria das pessoas se preocupa de mais em polir essa concepção na cabeça das outras pessoas. E pra elas isso é o que realmente importa. O que realmente importa? Não sei. Mas seria mais interessante você procurar achar a sua concepção do seu eu que seja o mais próximo possível do seu verdadeiro eu.
Bom, todos temos instintos. A consciência traduz esses instintos os transformando em sentimentos, emoções e vontades. Porque isso? Porque nós temos senso de ética. Porque nós sentimos necessidade de esconder nossas fraquezas dos outros. E talvez, principalmente até, porque o ego humano é incapaz de reconhecer que nós somos meros animais. Um cachorro pode fazer sexo no meio da rua. Você não. Alias pode. Mas não deve. Esse “deve” é o seu freio ético. Muitas coisas boas e ruins se escondem por trás das vontades, incluindo motivos. As pessoas sempre executam ações por um motivo. Mas geralmente justificam essas ações com pretextos. Talvez nem elas saibam que seus motivos são pretextos. E aí voltamos ao “seria mais interessante você procurar achar a sua concepção do seu eu que seja o mais próximo possível do seu verdadeiro eu”.
Procurando entender os seus verdadeiros motivos, o “porque” de tudo que você faz, hábitos, jeito de falar, jeito de se vestir… E assim você conhece o seu verdadeiro eu e as carências do seu verdadeiro eu. Isso torna a sua mudança e sua vontade de mudar mais profundas. Assim como te mostra exatamente o que você sempre procurou. Além disso, tentando entender os motivos das outras pessoas você se torna mais compreensivo.

Anúncios

5 Respostas

  1. Eu não deveria estar comentando, porque se não, tu postará para mim e eu para você..Mas, preciso registrar que o que me movimentou a criar o blog, é que não virá ninguém comentando:”Texto legal, passa lá no meu depois..partiuu”…ô coisa boa..heuhee…fuis-mes

  2. porra … o texto ta foda… gostei

  3. Completamente excelente companheiro!

  4. O Anderson eh demais mesmo!! É meu cunhado, né, fazer o que?
    Quero ver mais posts seus tbm, Bananinha.
    Agora já tem um lugar a mais pra nos encontrarmos on-line, porque parece que só no mundo cibernético agente se entende direito, né?
    Abraços, fuiz…
    “passa lá no meu depois”…
    Er… esquece!

  5. porra… ficou foda o texto… realmente, estou falando serio… ateh q tu serve pra alguma coisa afinal. brincadeira.
    pois eh.
    tchau.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: